NOVIDADES

A Origem do Abre-Latas

É tão curioso como incrível constatar que a lata de conservas foi inventada meio século antes do abre-latas. Mas então como se abririam os produtos enlatados?

Na verdade, a lata foi inventada na Inglaterra em 1810 pelo comerciante Peter Durand e introduzida nos Estados Unidos da América do Norte a 1817. Mas nessa data não foi dada qualquer importância a esse pormenor da facilidade (ou falta dela) da sua abertura.

Em 1812 os soldados britânicos transportavam latas de conserva, tendo que as abrir com a ajuda das baionetas. Se tivessem muita dificuldade… davam um tiro na lata. Doze anos mais tarde, em 1824, o explorador inglês William Parry levou latas ao Árctico com conservas de carne de bovino. O fabricante dessas conservas recomendava que para abrir as latas se cortasse à volta do topo com um martelo e cinzel.

Igualmente no início do século XIX, quando William Underwood criou na cidade de Nova Orleans a primeira fábrica de produção de conservas, ninguém do seu staff achou ser importante criar um instrumento para abrir as latas, aconselhando apenas o recurso a qualquer objecto que servisse para o efeito.

Mas afinal a que poderia ser devida tão absurda falta de visão? De certa forma existia uma explicação. As primeiras latas eram enormes, muito pesadas e com paredes grossas de ferro. Somente em 1850, quando foram criados recipientes mais leves e com um rebordo na parte superior, é que se começou a pensar numa forma mais fácil para abrir as latas.

A primeira ideia nesse sentido foi americana e muito curiosa. Em 1858 o inventor Ezra J. Warner patenteou o seu design para um abridor de latas. Era uma volumosa geringonça, que impressionava qualquer um. Sendo uma mistura mecânica de foice e baioneta, uma grande lâmina curva introduzia-se na borda da lata e deslizava na periferia da embalagem usando-se alguma força. Implicava alguns riscos não só para quem a usava, mas também para os que assistiam. Foi amplamente usada pelo exército durante a Guerra Civil Americana.

No entanto a nível doméstico optou-se por ignorar a invenção por ser demasiado perigosa. Sempre era melhor ficar sem comer do que morrer na tentativa.

Imagens de patentes americanas de sistemas de abertura de latas

Em 1866 a lata de conservas com chave foi inventada pelo nova-iorquino J. Osterhoudt, e logo todos pensaram que era uma invenção milagrosa pois o abre-latas seria desnecessário. No entanto, mais uma vez, nem todas as fábricas de conservas puderam adoptá-lo. A invenção do abre-latas continuava pendente.

Só passados três anos é que surgiu o abre-latas como o conhecemos hoje, com a sua roda de corte em torno da borda da lata. Foi patenteado em 1870 pelo também americano William W. Lyman. Escusado seria dizer que o seu sucesso foi instantâneo e brilhante.

Em 1925, a companhia Califórnia Star aperfeiçoou o abridor de Lyman adicionando uma roda dentada que o faz girar à volta do recipiente. Esta ideia deu mais tarde origem ao abridor de latas eléctrico, comercializado a partir de Dezembro de 1931.

 

Fonte: http://origemdascoisas.com