NOVIDADES

As primeiras latas de cerveja eram de aço?

Sim, as primeiras latas de cerveja do mundo eram feitas a partir da folha-de-flandres, a matéria-prima que dá origem às latas de aço! Vamos contar um pouco dessa história.

Em 1933, a primeira lata de cerveja foi feita nos Estados Unidos pela American Can Company, em Newark, New Jersey, para a Cervejaria Krueger. Que lançou uma pequena quantidade para teste da Cerveja Krueger Especial, para ter idéia da aceitação dos consumidores, tornou-se um sucesso. Como a quantidade foi pouca, atualmente nenhum exemplar desta lata é conhecido.
Mas mesmo assim, a Krueger só começou a enlatar em larga escala em janeiro de 1935, agindo com cautela revendendo uma cerveja em Richmond, Virginia, uma cidade longe do mercado deles. Como a cerveja enlatada mostrou ser um alto negócio a mesma empresa (Cervejaria Krueger) lançou a lata para comercialização, em duas versões: Krueger Cream Ale e Krueger Finest Beer, como podemos ver abaixo.

Este sucesso convenceu a principal cervejaria americana, a Pabst, na utilização da lata. A partir daí muitos cervejeiros copiaram as duas companhias no enlatamento de cerveja e começaram a atrair os consumidores com frases chamativas nas latas iniciando assim o marketing para ganhar mais clientes.

Uma lata alternativa foi introduzida neste momento, acirrando mais a concorrência e para agradar mais aos consumidores, chamou-se a lata de cone-top (topo em forma de cone). A cone-top podia ser enchida novamente e aberta como uma garrafa pois havia tampa. Com o sucesso muitos cervejeiros tiveram que adaptar suas linhas de produção para esta nova lata.

Na Europa, em virtude de acompanharem o desenvolvimento nos Estados Unidos e virem o sucesso da lata, os fabricantes de Llanelli, Gales, viram a oportunidade de aumentar o emprego e a prosperidade enquanto os outros exitavam. A lata cônica (cone-top) começou a ser testada em 3 de dezembro de 1935 pela Cervejaria Felinfoel e após alguns meses, em 19 de março de 1936, foi lançada ao público.
Em julho de 1936, onze cervejarias já encomendavam suas latas. Depois de Felinfoel, logo passaram a enlatar a cerveja: Jeffreys de Edimburgh; Barclay, Perkins e Hammertons de Londres; Simonds de Reading e Mc Ewans e Tennants da Escócia. No fim do ano, dois milhões de latas haviam sido produzidas.
A primeira lata comemorativa que se tem notícia foi produzida pela Cervejaria Felinfoel em maio de 1937 para marcar a coroação do rei George VI. Olha que estilo!

A partir de 1940, começa o desenvolvimento do processo eletrolítico para o estanhamento de folhas-de-flandres, ainda em 1940, uma variação nas latas lançadas pela empresa Crown Cork, a Crown Tainer que apresentava um formato semelhante, porém feita de duas partes enquanto as flat-tops e cone-tops eram feitas de três partes (tampa, corpo e fundo).

No início dos anos 60, começa a substituição da solda à base de chumbo por solda elétrica.
Em 1960, é inventada a lata de alumínio fácil de abrir (sistema easy-open).

Em 1962, surgem finalmente as latas Pull-Tabs (com puxador), que aos poucos foram se desenvolvendo para dar início às latas que conhecemos hoje!

Veja algumas outras fotos de latas de cerveja feitas em folha-de-flandres:

 

 

FONTE: http://latopedia.blogspot.com/