NOVIDADES

O Aço e a Economia Circular

O aço é um material 100% reaproveitável e figura entre os materiais mais recicláveis e reciclados do mundo. Para se ter uma ideia, atualmente no Brasil, cerca de 30% de todo o aço produzido é proveniente de reciclagem.

Isso tudo, porque qualquer que seja a origem da sucata, o ciclo de reciclagem do aço produz aços novos que podem ser utilizados em qualquer das suas finalidades: automóveis, construção, embalagens e afins. Dessa forma, a economia lucra com a ausência de desperdício e o que era apenas um fim passa a ser um recomeço.

Por isso,  é comum que seja estimulado a coleta e reciclagem do aço contido nos produtos no final da vida útil, empregando-o na fabricação de novos produtos siderúrgicos, sem qualquer perda de qualidade.

Diante disso, a produção de aço a partir de sucata tem inúmeros benefícios: reduz o consumo de matérias-primas não renováveis, economiza energia e evita a necessidade de ocupação de áreas para o descarte de produtos em obsolescência, entre outros.

Por causa desses inúmeros benefícios, um novo conceito se integrou com força à agenda da indústria do aço: a economia circular. Diferentemente do modelo econômico linear (extração, produção, consumo e eliminação), a economia circular tem como princípio a redução, reutilização, remanufatura e reciclagem de materiais e produtos, trazendo como benefícios a conservação de matérias-primas, eficiência na gestão de resíduos, reduções de emissão, além de inovações e empregos.

Fonte: http://www.acobrasil.org.br